Em 2006, Tom entrou para equipe de dança da YMCA School, no qual se apresentou no Festival de dança de Richmond no mesmo ano. Na época, ele tinha apenas 10 anos e dançava principalmente hip-hop (no qual foi matriculado por sua mãe na Nifty Feet Dance School em Wimbledon anos mais cedo), nesse festival ele foi visto por Lynne Page, assistente de um famoso coreógrafo chamado Peter Darling, e acabou recebendo um convite para fazer um teste para os seu novo espetáculo na época: Billy Elliot.

Era uma manhã chuvosa de domingo quando seus pais (Dominic e Nikki) levaram o Tom para o teste, mas chegando por lá, relataram que pelo número de crianças que havia, acreditaram que o Tom nunca passaria. Na época, Tom não era um dançarino profissional e nunca havia feito cursos de teatro, mas Stephen Daldry, diretor do musical Billy Elliot, notou um potencial em Holland e o escolheu para a próxima etapa do teste de elenco. Quando isso aconteceu, a equipe de coreógrafos expressou indignação pela escolha, e Daldry apenas mandou “ensiná-lo”.

Foram dois anos de treinamentos e formação e 8 audições quando Tom finalmente foi aceito na equipe. Ele estreou em “Billy Elliot: O Musical” no papel de Michael, em 28 de junho de 2008, no West End, e três meses depois, em 08 de setembro de 2008, passou a interpretar o personagem principal da peça, recebendo críticas extremamente positivas. Tom continuou no estrelato por mais 180 shows seguidos.

Após o sucesso em Billy Elliot, Tom fez sua primeira aparição na TV. Concedeu sua primeira entrevista no FIVE e foi convidado do ITV1, além de ter aparecido no Myleene Klass Show. Em 8 de março de 2010, em comemoração ao 4º aniversário de Billy Elliot, todos os quatro atores que já atuaram como principal foram convidados para conhecer o primeiro-ministro britânico, Gordon Brown.

Já nos cinemas, Tom Holland fez seu primeiro trabalho dublando o personagem Sho de um filme do estúdio japonês Ghibli, “Arriety” (O Mundo dos Pequeninos), mas foi em 2012 que foi Tom sua estreia física interpretando Lucas Bennett no filme “The Impossible” (O Impossível) ao lado de Naomi Watts e Evan McGregor. Por sua impecável atuação, Tom recebeu 18 indicações de prêmios diferentes, vencendo 8 deles.

 

error: Conteúdo protegido!