Tom Holland se prepara para o impacto | GQ Style

Tom Holland adora golf.

Ele pensa nisso constantemente. Ele faz rondas em cursos públicos e em cursos que costumavam ser também de província exclusiva dos reais. Ele joga durante turnês mundiais de imprensa, seja na Ásia, Europa ou estados Unidos. Se ele no momento ele não estiver jogando golfe, há uma parte de sua mente que está pensando no próximo dia em que poderá jogar.

Na verdade, não sei o que aconteceu, mas se tornou meu vício. Vou dormir pensando em jogar golfe no dia seguinte“, contou Tom Holland para o jornalista, onde ambos estavam no banco de trás de um SUV viajando para cidade natal do Tom Holland, Londres, prestes a jogarem golfe.

O interessante disso tudo é que, pode se dizer, Tom Holland tem coisas melhores para fazer. Cinco anos atrás, quando ele tinha 18 anos, estava entre 7.000 jovens que fizeram o teste para o terceiro reboot de Homem-Aranha; só que ao contrário dos outros 6.999, incluindo atores como Timothée Chalamet, Nat Wolff, Asa Butterfield e Liam James, Tom Holland conseguiu o papel. Nos anos seguinte, sua vida se tornou bastante estranha…

Ainda nesta manhã, por exemplo, ele saiu de casa segurando uma caneca com o seu rosto nela. É uma longa história – foi um presente de um amigo – mas o fato relevante, é que a caneca mostra um jovem Tom Holland, sem camisa, angustiado. Holland acabou de voltar de uma turnê promocional mundial de “Homem-Aranha: Longe de Casa”, e enquanto estava fora, sendo o Homem-Aranha, as coisas pareceram ter mudado para ele em Londres, um pouco pelo menos.

Eu estava preocupado em asir de casa hoje de manhã com os paparazzi do lado de fora”, disse Tom Holland. “E haveria uma foto minha bebendo uma caneca com meu rosto nela“.

Então, o golf se tornou uma fuga. É um refúgio do que se tornou a vida de Tom Holland. A Marvel, em suas aquisições de filmes ao longo dos anos, revitalizou as carreiras de vários grandes atores e sobrecarregou as crescentes carreiras de tantos outros, mas Holland é talvez a primeira estrela da Marvel totalmente feita. O primeiro filme independente do Homem-aranha em que ele estrelou, “De Volta ao Lar” (2017), faturou US$ 880 milhões. O segundo, lançado em julho deste ano, faturou mais de US$ 1 bilhão. E, bem no dia em que conversávamos, Tom Holland também havia acabado de sair do Universo Cinematográfico da Marvel, após o rompimento da parceria entre à Sony Pictures e Marvel Studios, parceria que teve início em 2015. O que isso significa para o futuro do Homem-Aranha permanece nebuloso, além do fato de que Tom Holland ainda irá interpretar o personagem nos cinemas.

Não tenho vergonha de expressar o quão incrível os últimos cinco anos foram com a Marvel. Eu realmente vivo o tempo da minha vida, em muitos aspectos, e que meus sonhos foram realizados como ator. À Sony também foi muito boa para mim e o sucesso mundial de Homem-Aranha: Longe de Casa é a prova do seu apoio, habilidade e comprometimento. O legado e o futuro do Spidey estão seguros nas mãos da Sony. Eu realmente não sou nada, além de agradecido, e fiz amigos para vida toda ao longo caminho“.

De certa forma, o sucesso dos dois filmes do Homem-Aranha subestima o que Holland se tornou para o vasto público adolescente que procura e se sustenta em filmes baseado em histórias em quadrinhos. Tom Holland tem 23 anos, e sobre uma jogada de luz certa, ainda parece ter 16. Ele é a estrela deles. Na primeira aparição em “Capitão América: Guerra Civil”, em 2016, Tony Stark aparece no apartamento de Peter Parker no Queens, sem saber exatamente quem ele estava procurando.

Ao contrário dos dois antecessores no papel, Tobey Maguire e Andrew Garfield, Holland na verdade, era um adolescente quando iniciou no papel, e ele interpretou Peter Parker de acordo. O Homem-Aranha de Holland tem um coração transparentemente bom e muito entusiasmo. Ele estava tão admirado com o resto dos Vingadores que qualquer outro garoto de 18 anos, mas ele não levou nada a sério. Havia o Homem-Aranha, no final caótico de “Vingadores: Guerra Infinita”, com outros personagens meio que esquecidos dos outros filmes.

Ainda este ano, Tom Holland lançará “A Batalha das Correntes” ao lado de Benedict Cumberbatch e “Um Espião Animal”, com Will Smith. No próximo ano, estrelará “Chaos Walking”, e “Cherry”, mas mesmo estando quase que vivendo exclusivamente em cenários de filmes, nada disse impediu Tom de jogar golf.

O bom do golf é que é o esporte mais humilhante. Como Vingadores, por exemplo, acabou de se tornar o maior filme de todos os tempos. O que é incrível, super emocionante. Então, eu fico tipo, ‘vou jogar golf com os meninos e comemorar’ e então você joga como um idiota e isso o traz de volta à terra“.

Holland não havia analisado que “Homem-Aranha: Longe de Casa” já é o quarto maior filme de 2019 e, podemos dizer, que o ator número um do sexo masculino em termos de bilheteria de 2019.

Uau, eu nem pensei nisso. Então todo ano há uma pessoa na bilheteria do ano? Uau“.

 

Para um grupo de crianças de 10 anos que jogam rugby, Tom Holland fazer balé não era legal. Mas era exatamente o que ele tinha que fazer para conseguir esse emprego“.

 

E o The Rock? perguntou Tom Holland.

“O que, Dwayne está saindo? The Rock é alguém que sempre admirei. A coisa toda é que: seja a pessoa que mais trabalha no estúdio. É algo que realmente levei a sério. E quando eu o ouvi dizer isso pela primeira vez, eu fiquei tipo, esse é realmente um ótimo ditado”.

Em The Rock, talvez, Holland tenha reconhecido um colega profissional. O primeiro papel real de Tom foi no musical “Billy Elliot”. Ele tinha nove anos quando foi abordado para o papel. Sua mãe – uma fotógrafa comercial – o matriculou em uma aula de dança depois de vê-lo reagir de maneira razoavelmente coordenada a uma música de Janet Jackson, e ele foi visto pela primeira vez lá desde então. Holland treinou por dois anos seguidos para desempenhar o papel em Billy Elliot. Parte do treinamento envolvia aprender balé.

Eu fazia isso no ginásio da escola na hora do almoço, sozinho, de meia calça e com um professor. Então, tem outras crianças olhando pela janela. Para um grupo de crianças de 10 anos que jogam rugby, fazer balé não era legal. Mas sabe, tudo bem. É exatamente o que eu tinha que fazer para conseguir este emprego.”.

Tom Holland foi bastante intimidado por causa disso. No balé, Tom aprendeu um tipo de gramática específica de movimento. “O balé é o latim da dança“, contou Tom. “Toda dança vem do balé. Vir desse contexto permitiu me expressar de maneiras diferentes. Por exemplo, no traje do Aranha, muitas veze você não consegue ver o rosto dele. Mas acho que uma maneira de transmitir esses sentimentos de qualquer maneira. A dança ensinou me emocionar de diferentes maneiras que não seja chorando ou rindo. E ao fazer teatro todas as noites a partir dos 11 anos me ensinou a ser profissional“.

Recentemente, Tom Holland enviou uma mensagem para The Rock nas redes sociais, e eles começaram a conversar. Tom disse, “ele é um cara tão inspirador” e após a conversa, Tom se sentiu muito inspirado. O que ele poderia fazer para homenagear The Rock? “estou indo para a porra da academia“.

 

“Eu nunca entendi quando você assiste, tipo, jovens celebridade saírem dos trilhos. Por que fazem isso? Apenas relaxe e seja legal”.

 

Embora isso esteja mudando, grande maioria dos papéis do Tom Holland tem sido de filhos, mentores… Isso se deve em parte à idade de Tom, e por outra parte, a inocência que ele ainda mantém e permanece visível em seu rosto, que é aberto, inocente e extraordinariamente transparente. Na vida real, Holland se viu em Hollywood, colecionando mentores e anjos da guarda ao longo do caminho. Ele tem Chris Hemsworth e Robert Downey Jr. e claro, Jake Gyllenhaal.

Eles são membros de uma fraternidade estranha e rara: não tinham experiências em como atuar em grandiosos filmes de super-heróis. No início deste ano, um vídeo de Gwyneth Paltrow, se tornou viral após a atriz discutir com Jon Favreau que não se lembrava que havia participado de Homem-Aranha: De Volta ao Lar.

Foi perguntado para Tom que quando ele entrou nesses filmes, algumas das outras pessoas estavam começando a saírem de seus papéis como Robert Downey Jr. e Chris Evans. Qual é a sabedoria que eles lhe deixaram em termos de como lidar com tudo isso?

Legado. Essa é a palavra legal. Hum, há muito para se aprender com as pessoas apenas observando o modo como elas agem“.

As pessoas claramente se divertiram com Paltrow perdida sobre não estar no primeiro filme do Homem-Aranha, mas também servem para saber um pouco mais desse mundo, em que você pode entrar num set sem saber qual filme está.

Quer dizer que, eu sempre sei em que filme eu estou”, comentou Tom Holland da maneira mais prática possível. “Mas eu quero dizer que, você pode estar no set e não saber em qual planeta está ou com quem está lutando ou falando à sua esquerda. mas o que é legal para mim, é que, no final dia, cresci como um grande fã desses filmes. Então, para eu ter a chance de trabalhar com eles, mas ainda estar no escuro quanto a história, ainda posso ser apenas fãs desses filmes, sabe?

Recentemente, Tom Holland apareceu em um talk-show ao lado de Paltrow, a quem ele está determinado a continuar se encontrando até que ela se lembre definitivamente de quem é o Homem-Aranha. No “The Graham Norton Show”, Tom Hanks fez uma brincadeira com Tom Holland para testar a sua atuação.

No momento, duas coisas surpreendentes aconteceram. A primeira foi que Holland, que é do sudoeste de Londres, estava participando de um talk-show britânico e respondendo com sotaque americano. “É interessante“, contou Tom Holland durante a conversa dentro do carro. “Passei os últimos cinco anos trabalhando, o que tem sido incrível, e toda vez interpreto um americano. E isso se tornou um cobertor de segurança para mim, pois atuar é tudo sobre interpretação, certo? O sotaque é um bônus tão grande, porque você imediatamente não é você mesmo. Sabe o que quero dizer?

A segunda coisa foi quando Tom Hanks perguntou para Tom Holland sobre café, por uma fração de segundo, pensou que Hanks estava realmente perguntando sobre isso, e você pode ver Holland se movendo para se levantar no meio do talk-show. “Quando ele me perguntou: você aceita um café ou pode me pegar um café? Sinceramente, eu estava pensando: vou pegar um café para você, se quiser, Tom Hanks. Vou correndo até o palco pegar um café para você“.

 

Tom Holland repentinamente percebeu que eu usava calça jeans e se preocupou com isso. Eles não me deixaram jogar golf usando esta roupa – eu sei, ok?. Disse que tinha uma mochila com outras roupas e ele ficou aliviado. Em seguida, Tom perguntou como eu entrei para o mundo do jornalismo. O que minha esposa faz e se eu gostaria de um pouco de água.

Será a primeira vez que ele vai tirar férias prolongas há anos, e seu afeto é de uma pessoa que, tendo chegando onde está, ainda se preocupa com: ainda sou uma boa pessoa? quem eu me tornei? eu ainda gosto de mim mesmo?

Eu nunca entendi quando você assiste,t ipo, jovens celebridades saírem dos trilhos. Porque fazem isso? Apenas relaxe e seja legal. E não foi porque eu senti pressão, tipo, essa pessoa está tirando uma foto minha? Essa pessoa está tirando uma foto minha!“.

Ele tem se apoiando nas pessoas em sua vida que já experimentaram disso. “Tive tanta sorte de ter amigos como Zendaya, RDJ e Hemsworth e agora um como o Jake Gyllenhaal, onde posso realmente confiar neles, pois sei que já passaram por isso antes. Mas acho que o melhor conselho que recebi ou vi foi como você está trabalhando com atores que estão no auge da carreira. Como, não ficar muito mais alto da onde eles estão, mas também sobre serem profissionais e muito legais e humildes. Então, foi uma grande surpresa pra mim que, assim, você pode trabalhar nesta indústria e não ser um idiota. Sabe? Porque você ouve muitas histórias de horror“.

Mas agora, Tom também está aprendendo, às vezes de uma maneira difícil, e que ele está retornando a um mundo que não mais o mesmo desde que ele deixou há cinco anos atrás. Milhões de pessoas agora se preocupam com ele, com o que faz, se namora ou não. Semanas atrás, Tom passou por uma experiência negativa, onde ele foi a um Show no Hyde Park com uma loira e dias depois haviam milhares de mensagens com reações negativas de seus fãs, principalmente daqueles que imaginavam que Tom Holland tinha que ter um relacionamento com Zendaya.

Então, é, não foi uma boa semana“, disse Tom, pois sua privacidade foi violada por milhares de tabloides. “Eu sou uma pessoa muito particular, se você fizer uma pesquisa no google verá que eu não sou um tabloide. Eu não gosto de viver no centro das atenções. Sou muito bom em estar no centro das atenções apenas quando necessário. Hum, então… foi um choque para o sistema. É a primeira vez que estive nos tabloides. É a primeira vez que algo assim acontece comigo, portanto, é um choque. Sabe, mas é algo que você olha e diz: ‘bem, simplesmente não irei me colocar nessa situação novamente‘”.

No fim, Tom Holland diz que não quer falar sobre esse assunto. “Para mim, o que os tabloides falam é um reflexo de uma vida que eu não vivo. eu gosto da minha vida privada, gosto dos meus amigos, gosto de sair e sim, eu apenas… Apenas estava: o que está acontecendo aqui? Foi um pouco estressante, sabe, despertar e perceber que é assim que sua vida é agora, então, seja cauteloso“.

Tom Holland pediu para não revelar onde ele mora. Mas pra você imaginar: inglês, chalé, cheio de rapazes. Holland mora com dois de seus irmãos e três de seus melhores amigos, em um lugar relativamente limpo e modesto. Paramos para nos vestir de maneira apropriada para jogar golf. Na sala, onde me troquei, havia um bar, alvo de dardos, mesa de pingue-pongue, prateleiras cheias de álcool e um pôster dos Vingadores na parede. Tacos de golf e uma mesa de pôquer azul que Tom Holland sequestrou dos bastidores do segundo filme do Homem-Aranha. Ele contou que houve uma noite em que ele e seus colegas de quarto realizaram um torneio de pôquer, com direito a negociações e tudo mais. Só que o treinador de Tom estava por lá e substitui as cervejas que eles estavam bebendo por vodkas, por conter menos calorias.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Adoro jogar tênis. Jogo com meu irmãozinho Paddy. Estávamos jogando uma vez e ele rebateu uma bola muito grande. Corri para pegar e acabou caindo com a bola na minha mão. Não doeu muito“, disse Tom mostrando algumas lesões que já sofreu enquanto jogava. “Houve uma vez que tentei, você sabe, abrir uma cerveja batendo com ela sobre a mesa. Não consegui, agora não lembro se machuquei minha mão fazendo isso ou jogando tênis“.

No campo de golf, pude notar que o machucado não afetou o desempenho de Tom. Devo dizer que, ele joga muito bem. Ele dirige a bola cerca de 300 metros, seu arremesso é alto, seu balanço é compacto e atlético e surpreendentemente quando ele faz contato com a bola e você vê um homem comum jogando golf.

Neste nosso primeiro encontro, curto, arborizado e despreocupado numa tarde de segunda a sexta, decidimos que ele me daria um golpe por cada buraco atingido no golf, para tornar as coisas mais justas. Minha primeira tacada foi boa. “Você está tentando me apressar, cara”, falou Tom. Eu retransmiti isso pois é o último momento, durante essa rodada. No fim, dividimos um buraco, com uma tacada extra, e é a primeira vez que isso acontece.

Holland comentou que seu pai lhe ensinou tudo sobre o golf. Tom também falou que o ramo da comédia é muito difícil – falando sobre seu pai Dominic – e que respeita todos que conseguem sucesso nisso. Tom contou a história de carpintaria de sua família (entrevista neste link) e comentou que aprendeu a fazer telhados, peças para banheiro e mais. Durante o curso, ele fez audições para filmes como “Z – A Cidade perdida e “Um Inverno Rigoroso” e uma audição final para Homem-Aranha, enquanto estava em Cardiff. E Tom foi escalado para todos os filmes, enquanto tentava um plano B para sua vida.

No fim da nossa conversa, Tom recolheu todo o lixo do lugar, pelos gramados ele repara as marcas das bolas de nosso jogo. Isso o deixa louco, pois as pessoas não cuidam do lugar como ele. “Este é o meu campo de golf, sabe, eu literalmente não consigo dormir depois das 05:00 da madrugada, então eu vou jogar golf sozinho. E não há ninguém no campo. Eu devo ter jogado aqui umas 200 vezes“.

No meio do nosso jogo, ele faz alguns gestos no campo, “estou jogando muito bem. Duas bolas, bati minha primeira tacada e, uau. Muito bom, cara, muito bom. Eu não poderia estar mais feliz, mas não há ninguém por perto para ver minha jogada. São seis da manhã, e esse campo verde é cercado pelo primeiro tee, o sétimo e sexto. Normalmente, essa é a parte mais populosa do campo, pois você tem muitas pessoas por aqui. Sempre que chego em casa, digo para o meu pai e irmãos, ninguém acredita em mim. No dia seguinte todos ficam brincando com isso.”

Na conclusão, Tom Holland da um passo à frente e faz uma tacada a um metro e meio do buraco. “Eu bati no meu próprio bunker, que azar“.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

error: Conteúdo protegido!