‘Homem-Aranha: Longe de Casa’ estabelece o futuro da Marvel e Tom Holland | Los Angeles Times

Há um momento na Sony e no grandioso “Homem-Aranha: Longe de Casa”, da Marvel, onde Nick Fury (Samuel L. Jackson) tenta convencer Peter Parker (Tom Holland) a abandonar suas férias escolares para salvar o mundo.

Peter Parker – recém saído da carga emocional de ‘Ultimato’ e se recuperando com a morte do seu mentor, Tony Stark – está relutante em assumir uma responsabilidade e a luta contra os deveres do Homem-Aranha.

Em nossa interação co o Homem-Aranha, Peter Parker fica com todos”, começou Holland durante um café com a LA Times. “Mesmo com o Flash, que é valentão, ele tem uma boa relação. Mas com o Nick Fury ele fica batendo a cabeça… o que é muito divertido para mim mas também difícil discutir com o Samuel… assustador demais. Há um pouco disso no trailer, você pode ver uma cena onde ele fala ‘Bitch please’, é o sonho de todo ator ser chamado assim por ele“.

Aos 23 anos de idade, Tom Holland vive seu próprio sonho ao interpretar o Homem-Aranha desde 2016. Ele é o terceiro ator a vestir o manto do herói.

Minha voz ficou mais profunda, desde que fui escalado, o que é embaraçoso, porque é algo que acontece quando você tem uns 14 anos. Eu tenho que erguer um pouco minha voz agora. Quando você interpreta um personagem cinco vezes, acaba ficando sem ideia; às vezes e complicado encontrar novas coisas para manter o personagem crescendo e progredindo“.

O crescimento é um tema importante para o Peter em ‘Longe de Casa’, que estreia no dia 4 de julho.

Há um nível de pressão porque as pessoas realmente querem saber o que vem a seguir. Ultimato foi um chute no meio dos dentes todo aquele final. Todo mundo se apaixonou pelos personagens ao longo desses 10 anos e, de repente, essas mesmas pessoas, acabam partindo“.

Para o diretor Jon Watts, as apostas emocionais de ‘Ultimato’ é um grande desafio a ser explorado na sequência de ‘De Volta ao Lar’.

Eu gosto de ver isso como uma oportunidade”, começou Watts. “Tantas coisas malucas acontecem nesse filme e muitas questão são resolvidas. Isso realmente ajudou a dar foco no filme e criar uma ponto emocional forte para a história e também o Peter“.

Kevin Feige aproveitou também para dizer que o filme está cheio de referências e dicas sobre o futuro da Marvel e tudo que está por vim na próxima fase do estúdio.

Enquanto isso, Tom Holland disse: “Quase tive que costurar minha boca. Eu acho que as pessoas esquecem que sou fã. Antes mesmo de me tornar ator, estava obcecado com esses filmes. Sou tão fã quanto os fãs. Quando eu descubro spoilers, quero falar com as pessoas sobre isso porque não consigo acreditar. Fico tão empolgado, honestamente, quero compartilhar as informações, porque o termo ‘quebrar a internet’ é uma coisa real. E se você souber de algo que possa quebrar a internet, é uma espécie de poder legal para se ter“.

Sobre as filmagens da morte do Tony Stark em ‘Ultimato’, os diretores não contaram para o Tom o motivo que o elenco estava se reunindo.

Quando entrei no set, estava Robert, Gwyneth, Don e os diretores e Kevin. Eles nos disseram a verdade, e na hora senti como se alguém tivesse puxado o tapete debaixo dos meus pés. Não havia roteiro, apenas ‘é isso que vai acontecer’. Sabemos que vocês estão tão envolvidos emocionalmente nesses personagens que tudo que fizerem será verdadeiro“.

Para mim, foi apenas o meu momento para agradecer o Robert por ter sido meu mentor nos últimos 5 anos, e com sorte, pelo futuro da minha carreira. Acho que houve momentos em que improvisei e disse: ‘Robert, muito obrigado. Eu realmente gostei disso’. E quando você diz coisas desse tipo para alguém que você ama – mesmo pensando nisso, estou ficando um pouco abalado – as emoções ficam vindo“.

Tom falou sobre “Cherry”, seu próximo projeto dirigido pelos Irmãos Russo:

Ele [o personagem] se volta para as drogas e se torna um ladrão de bancos. Para mim, é uma perspectiva muito interessante, porque é um papel muito diferente de qualquer coisa que já fiz. Também, uma parte de mim adoraria fazer um filme de comédia. Acho que sou uma pessoa engraçada e que seria divertido fazer. Amo desafios e eu não gosto de fazer a mesma coisa duas vezes“.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

error: Conteúdo protegido!